Renascimento

O período renascentista remete-nos para valores como os do período da Grécia e de Roma, preocupações mais humanísticas, centradas principalmente no Homem, ganhando assim uma importância mais acentuada as teorias antropocêntricas, num período caracterizado pela mudança, pela inovação mas principalmente pela busca do conhecimento.

A arte renascentista também curiosa, desenvolveu diversas formas de retratar o corpo humano, buscando a aparência exagerada da musculatura, tentando dar proporção para tudo, foi marcada por grandes pintores como Leonardo da Vinci, Michelangelo, Rafael e Donatello

Na moda as alterações também foram significativas, verificando-se uma mudança acentuada na tentativa de acompanhar todo o processo de modernização , no início do XV era o final da idade média, as vestimentas eram túnicas longas, tanto para o homem como para a mulher, então toda essa modernidade do período renascentista causo um grande fervor, começava um movimento, o que esta na moda?

Durante a primeira metade do séc. XVl vestimenta feminina começava a se ajustar, se usava decote quadrado, saias rodadas e sobrepostas, mangas longas e largas nos punhos, bordados e detalhes elaborados em golas e mangas.ImagemSybille von Kleve

Na Era Elisabetana, reinado da Elisabeth l , a moda volta a sofrer transformações, a rainha tem grande influência na moda, tornando a roupa cada vez mais rígida, uma forma de demonstrar poder através da vestimenta, associada a sua imagem que precisava ser de uma mulher com aparência intocável. As mulheres começaram a copia-la, as saias ficaram ainda mais rodadas, os bordados se espalharam por todo o vestido, espartilhos mais apertados e penteados mais elaborados.

Marguerite de Valois

queenelizabethi

Na Moda geral era frequente o uso de decotes muito acentuados, não só no sexo feminino mas também no masculino, surgindo também associado a estes o rufo ( uma espécie de gola, constituída por uma grande roda em tecido, geralmente branco e ornamentado por rendas). Estes eram símbolos específicos da grandiosidade, do luxo e principalmente do prestigio social, da elevada estirpe a que pertenciam.

Na Moda geral era frequente o uso de decotes muito acentuados, não só no sexo feminino mas também no masculino, surgindo também associado a estes o rufo ( uma espécie de gola, constituída por uma grande roda em tecido, geralmente branco e ornamentado por rendas). Estes eram símbolos específicos da grandiosidade, do luxo e principalmente do prestigio social, da elevada estirpe a que pertenciam.

Final-do-Renascimento-Barroco-Vestidos-Pretos 652px-Ball_Henri_III_detail

Moda masculina–> as vestes mais características desta época no que toca ao sector masculino foi o gibão, que podia ou não dispor de mangas, ou uma túnica simples aberta à frente. Na parte de baixo estes utilizavam um tipo de calções, que começaram por ser bastante longos mas que ao longo dos tempos foram encurtando, usando também meias mais coloridas do que o habitual para épocas anteriores.w

No calçado masculino era frequente os sapatos de bico um pouco achatado e bastante largo, proporcionando uma sensação bem mais agradável do que os anteriores modelos pontiagudos e desconfortáveis.

pontudos

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s